Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

Por que tenho tanto medo do amor?

Imagem
Esses dias eu estive andando pensando sobre as coisas que eu estive sentindo dos meus 12 aos meus 15 anos. Eu amadureci bastante, confesso. Eu sempre fui muito trancada no sentindo de me relacionar com as pessoas e sempre pensei muito que se eu me afundar em um relacionamento (não em algo amoroso, relacionamento diário) eu posso me machucar. Quando você tem seu coração partido pela primeira vez, não aquela vez que você tinha 6 anos e sua paixonite nem olhava pra sua cara, me refiro ao quando você se entrega e ela simplesmente corresponde com "foda-se" e você fica "puta que pariu e agora".  Das únicas vezes que me apaixonei, foi algo que eu escondi e só contei para o meu melhor amigo e de algum modo isso era o suficiente pra mim. Eu nunca fui uma daquelas que chegava na cara do sujeito e simplesmente dava uma de Greg e "cara eu to tão na sua". Eu sempre fui aquela que pensa demais nas consequências e com isso vem os tais arrependimentos; o amor sempre esc…

Musicalmente aleatório

Imagem
"Hello my friend" Eu tava rondando pelos blogs mais aleatórios do mundo e achei uma tag que você tinha que escolher 10 momentos da sua vida e simplesmente "colocar uma trilha sonora" naquele determinado momento. E não, eu não pensei em título melhor. Eu acho que era assim que funcionava mesmo porém eu não encontro mais o tal blog que eu vi isso então adaptei para o meu jeito mesmo e é isso ai é noixxxxx
1. Aquela recapitulada na vida antes de dormir: Maroon 5 - She Will Be Loved Eu já falei dessa música outras vezes aqui no blog e sempre foi a minha música favorita de todo os tempos e além de ser da minha banda favorita ela tem um peso muito especial na minha vida e meus olhos enchem de lágrimas quando escuto ela por ser talvez a música mais clichê do planeta e eu simplesmente adoro clichês.

2. Momentos tristes: Florence + The Machine - Never Let Me Go Essa música sempre me lembra Delena sabe aquela cena deles do lado de fora do motel e a Elena fazendo marra pra não …

Uma dívida, um vilão, velocidade e cinco mil dólares

Imagem
Como eu já tinha dito outra vez aqui no blog (mais especificamente aqui), Katie McGarry tem poucas obras no Brasil, na época dessa postagem eram somente duas mas TARAN. Eu juro que quando eu comprei esse livro eu não estava a procura dele, eu nem sabia que ele já tinha chegado aqui. Eu estava a procura de Desastre Iminente e totalmente desolada porque o cara da Saraiva disse que tinha acabado. Nossos olhares se cruzam e eu fico de cara com essa fonte de título que eu só conheço em uso nos livros da Katie. Eu fiquei louca. Ele chegou no início desse mês ou seja ele é até meio que recente. No Limite Do Perigo conta a história de Isaiah e Rachel, mais uma história pra contar como mundos opostos podem se transformar em um amor lindo.
ヾ(。>﹏<。)ノ゙✧・゚: *✧・゚*:・゚✧*:・゚✧ ✧・゚: *✧・゚ *:・゚✧
Rachel é da alta sociedade e sofre de ataques de pânico mas desde o fundamental ela vem escondendo isso da família. Com uma irmã morta devido a um câncer, Rachel nasce para substituir a irmã na vida da mãe e…

A minha primeira serie favorita

Imagem
2014 foi um ano de muita coisa acontecendo muito rápido pra mim, várias coisas mudaram na minha vida como a minha rotina, meu clico de amigos, minha escola, casa, cidade ou seja eu virei uma garotinha com medo do mundo e de abrir a porta da vida em posição fetal. Ai entra Skins na minha vida parte 1 Uma conta na netflix significa um laço de amizade forte e grande e eu e meu colega adorável netflix tivemos uma recepção calorosa e muito feliz. Eu vivia num mundo onde todo ser terráqueo assistia série, todo mundo, eu repito todo mundo. E eu me sentia uma zé ninguém por não desenvolver esse vicio que consome as suas veias.  Ai entra Skins na minha vida parte 2
Skins é uma série inglesa (mesmo tendo a americana, não é boa logo digo) que conta a vida de adolescentes loucos e problemáticos que tentam achar uma forma confortável de viver suas vidas da melhor forma possível e de bônus vem as drogas e bebidas.
Aos que dizem que Skins é só sexo, bebidas e drogas isso chega ser ignorância. A série…

Um levantamento sobre mim mesma

Imagem
Aos que dizem que os arianos costumam ter uma libido alta e amam com grande paixão eu me encaixo exageradamente nesse quesito e acho que nada melhor pode me definir Está suspeito a falar quem nunca viveu a bipolaridade adolescente de estar bem em um segundo piscar os olhos e perceber que o seu mundo tá totalmente de cabeça pra baixo pelos motivos mais idiotas e escrotos que possa ser imaginado. Eu sempre critiquei muito pessoas assim ou seja eu sempre me critiquei e percebi isso exatamente no momento que me toquei que a minha vida toda eu fui assim.  A sensação de ser só mais uma incógnita que as pessoas tem talvez a preguiça de resolver ou preguiça de encontrar o seu valor e depois de tanto calcular encontrar um 0. O medo de ser esquecida me leva a ser enforcar no seu próprio temor de ser apenas mais um "y" mal resolvido naquela prova de matemática que você caprichosamente tirou 4,5.  Aquela coleção contável de "rachadura cardíaca" que você coleciona com níveis d…

Uma história de amor entre mim e Boyce

Imagem
Eu desconheço uma pessoa nessa terra tão insana, alguém com o gosto musical mas alterado do que o meu. Eu tenho aquelas músicas separadas para erguer o seu papel: me fazer chorar;me fazer lembrar de alguma coisa boa;me fazer lembrar de alguém do passado ou até mesmo presente. E música é algo que te define, como a sua favorita que diz o que você tem e quer falar. A música é uma das artes mais belas, é a arte que te deixar cantar o que você sente, transparecer a emoção e todo aquela bola de neve que você batiza como "seus sentimentos". Tem um carinha no mundo da internet, meu querido amigo Boyce, que eu acho que já fez cover de todas as músicas que marcaram de alguma maneria pra mim. Sinto que temos uma conexão que vai além de uma conta youtubiana.
EM PRIMEIRISSÍMO LUGAR
The Scientist

Certas músicas são feitas para serem pensadas durante a sua vida (curta no caso). A época que eu era completamente viciada nessa música, foi em meados de Coldplay no Rock in Rio. E além de adorar…

Pra dar uma ocupada nas férias

Imagem
Férias. Eu desconheço palavra que me faz ficar mais feliz. Eu to com pé nelas, infelizmente eu ainda tenho mais uma semana e pra quem fica um mês de férias e ainda reclama do tempo, chore por mim, que só fica duas semanas. Mas olha, melhor pouco do que nada não é mesmo? Enfim, eu sou muito louca na netflix, tudo filme que eu gostei e já assisti ou tenho uma vontade gigantesca de assistir, eu já coloco na lista para:
assistir de novo;largar a preguiça e assistir logo.
Eu te amo, Beth Cooper Esse filme parece ser novo na netflix, eu nunca tinha visto ele por lá antes. Eu Te Amo, Beth Cooper é um filme basicamente em um nerd que se sentava atrás da lider de torcida Beth sem ter a mera coragem de se declarar. Porém, no dia da formatura ele encontra a coragem para finalmente se manifestar. Ela aceita sair com ele e tudo mas o seu ex não aceitou isso muito na boa. 
Ela é o Cara Quem nunca assistiu esse filme? Juro, eu já perdi as contas. Mas pra quem não, o filme resumidamente falando conta a…

Em um mundo encantado de Katie McGarry

Imagem
(x)
Talvez mais uma história cafona que eu tive o imenso prazer de ler e adorar até o dia da minha morte, Katie McGarry se tornou a minha escritora mais adorada, idolatrada, salve salve, que já tomei conhecimento durante meus 16 verões vividos.  Katie traz a tona uma onda de romance um pouco diferente do que eu estava acostumada a ler. Ela tem uma onda mais "sexy", se esse pode ser o termo correto a ser usado. Nós tivemos contato pela primeira vez na biblioteca da minha escola, e não foi amor a primeira vista não mesmo.  A primeira vez que você lê o título "No Limite da Atração", com seus meros 15 anos a primeira coisa que passa pela sua cabeça é: Não tenho idade para isso. Porém, com meus pensamentos perambulantes cheguei a conclusão de: Por que não? Infelizmente Katie só tem duas obras lançadas no Brasil, mas enquanto só temos a ilustre presença desses, melhor pouco do que nada.

a) No Limite da Atração 
Ninguém sabe o que aconteceu na noite em que Echo Emerson, uma das…

Bentinho e Capitu

Imagem
Mergulhada em mais um livro clichê que se passou diante dos meus olhos Dom Casmurro pode ser de longe o clichê-mais-bem-bolado. Não questão de "ser clichê" pela história, longe (longe demais disso) e sim pela sua popularidade nacional, afinal Machado é adorado até hoje por tal escrita, penso eu. Pra quem não tem ideia do que se trata essa história é basicamente um romance de infância narrado pelo incrível meio estranho Bentinho mostrando ao decorrer da história o seu amor meio psico-chifrudo-ou-não por Capitu. Ele a ama. Você é capaz de sentir isso em cada página mas você vai ficar com certeza com um pé um pouco atrás pelos "elogios" que ele atribui á ela. A grande questão é: Capitu traiu ou não? Morremos sem saber.  Motivo para achar que sim: Diante todo o contexto, Bentinho narra Capitu como uma pessoa que cobiçava e estava com ele por apenas um interesse querendo algo material. Motivo para achar que não: Assim como ela tinha defeitos como por exemplo a cobiça, Benti…