Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

As fiéis promessas

Imagem
Como uma boa amante de clichês eu sempre tenho umas promessas de finais de ano na manga. Acredite ou não eu cumpro 0 das 10. O que me deixa de certo modo bastante incomodada com o fato da fraqueza sem condições de minha pessoa de deixar coisinhas minímas passarem por tão pouco, mas é obvio que uma boa aventura sem planejamento na vida é sempre uma boa aumentada na adrenalina não é mesmo?  Afinal, o ano chega ao fim e uma voz irritante grita na sua cabeça diariamente que você precisa estabelecer pontos importantes para o próximo ano contando que para a sua vida ser completa é necessária a realizações dos mesmo custe oque custar. Sem medir esforços, pensei um pouco enquanto estava sem animo para apertar o play de How to Get Away With a Murderer e morta de aflição e muita tensão. 
1. Terminar Friends Não tive a destreza de acabar a primeira temporada até hoje sinto vergonha por todos os fãs da série e vergonha de mim mesma. Pelo fato de achar mais divertido ver episódios soltos pela TV, …

Último mês do ano e tópicos a serem levantados

Imagem
Ou: Um bom motivo para usar esse gif da Mariah Carey


Sem boas desculpas para um desaparecimento de longa data, resolvi aparecer do nada e reparar que não fui a única a desaparecer. Fui visitar alguns blogs que costumava visitar e várias interrogações surgiram na minha cabeça com o tanto de blogs com "Permissão Negada". Não consegui lidar com isso mas continuamos firmes nessa jornada. Mas a vida que segue não é mesmo fofos?
E hoje vamos ao momento AWARDS da minha vida onde eu compartilho todas as maravilhas desse adorável ano que distribuiu muito amor e igualmente muita discórdia pra nossas vidas. Vale lembrar que tecnicamente os premiados da noite não são frutos de 2015 e sim aquilo que o ano proporcionou como uma benção e aperfeiçoamento da minha existência.

E O PRÊMIO DE MELHOR SÉRIE DESSE ANO VAI PARA: White Collar
De todas as maneiras possíveis de dizer o quanto eu sou grata a Deus pela existência do Matt Bomer, não é compreensível pela capacidade humana. A maravilha que e…