Conheça o seu lado triste e dramático

Ou: A famosa bad

Nesse exato momento está um tempo super nublado, e diante de todas as séries que tenho para colocar em dia, resolvo dar as caras por aqui em dias seguidos para recompensar essa semana que eu tive um baita bloqueio de pensamentos e ideias, fora a falta irritante de tempo. Essa semana coisas legais aconteceram, mas de quinta-feira pra cá, eu enxerguei em mim um lado que eu odeio, que é o de questionar e reclamar de tudo. Eu não sou do tipo que reclama por qualquer coisa, realmente prefiro guardar certas reclamações comigo para não encher o saco dos que estão ao meu redor, eles não precisam saber oque está me deixando assim.

Quando eu fico com essa índole pode saber que a bad chegou. A famosa bad. Quem nunca teve? Quem nunca sentiu? Quem nunca passou por essa fase? Hoje, eu vim proclamar o meu ampliado conhecimento sobre esse assunto.

Movie - movie quotes, movie facts, movie news | via Tumblr 
Essa é a bad falando comigo

O que é isso?
Chamá-la de bad é para os íntimos. Você pode conhecê-la como stress, uma fase de uma rotina diária em que você está preso e por raios nenhum encontra motivos suficientes para explicar tal acontecimento momentâneo, tudo está dando errado na sua vida e você não vê uma felicidade boa o bastante para vivencia-la ou simplesmente é um momento em que a sua vida está em uma situação tão precária que você chora no banho ao som de Vampire's Kiss.

Mas Lívia, essa doença tem cura?
Não a trate como alguma doença. Ela está ali para você senti-la e se acostumar com a sensação. Não se assuste quando ela bater os nós de seus dedos na sua porta e te abraçar de uma forma calorosa tentando se aproximar de você. O jeito de você a superar é sentir, chorar, apesar dela gostar muito de estar em sua companhia mostre a ela que você é mais forte que isso. A JoutJout até fez um tutorial de como passar esses dias.

Como ela quer que você se sinta?
A bad além de querer estar com você no fundo ela é como aquela pessoa invejosa que quer sugar 100% todas as suas felicidades e emoções. Ela quer que você se sinta vivendo os seus últimos dias na terra. Ela é tão contraditória, mas se não fosse assim, não seria a famosa bad.

Untitled
Essa é a bad falando comigo part. 2

Existem métodos cientificamente provados que ela pode ser retirada do meu corpo?
A ciência não está tão avançada a ponto de descobrir como excluí-la de dentro dos nossos corações e de dentro dos nossos dias. Enquanto nossas cientistas tentam descobrir um jeito de nos livrar dessa querida, só aceita que doí menos.

Tem filmes para se passar a bad? 
  • Sempre ao Seu Lado
  • A Última Música
  • Cada Um na Sua Casa
  • Um Dia
  • Um Amor para Recordar
  • Diário de Uma Paixão 
  • 10 Coisas que Eu Odeio Em Você
Como garantir o bem estar dos amigos nesse período?
Isso não tem como garantir. A sua bad vai afetar com certeza todos que estão prestes a conviver com você por algumas horas. De alguma forma o seu astral baixo vai fazer os colegas se questionarem o que você está vivenciando naquele instante. Então esse quesito é algo bem incerto. 

Como vou me sentir logo após a bad?
O sentimento de recuperação é ótima. Você vai se sentir uma nova pessoa, com novos obstáculos a serem enfrentados e novas felicidades para serem vividas. Abrir os olhos e perceber que a bad fez as malas e te deixou na mão, é uma boa coisa é de uma certa forma libertadora. 

Saiu da bad

Comentários

  1. Olar moça <3
    Eu estou amando esse tempo frio, que finalmente apareceu aqui no rio de janeiro, todas as minhas séries estão em hiatus -_- então tenho que começar a assistir outras mas a escola não deixa -'
    E eu aqui pensando que entendia essa tal de bad. É minha velha amiga pra dizer a verdade... Ela tem me dado umas férias pequenas e estou me sentindo ótima por isso.

    A Última Música, me deixa totalmente chorosa ;q é realmente um ótimo filme para alimentar a bad. Esse gif da Bey, me representa totalmente quando dou tchau para a bad DHAIDHAIHODA.
    Adorei a postagem ♥
    Tiau
    { s u r v i v e } ♦ s-urvive.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jack tudo bem?
      Tá um friozinho muito bom aqui em Vitória mas o clima daqui é muito confuso e é capaz de que daqui 5 minutos estar fazendo um calor do caralho, é sempre assim.
      A bad sempre será algo difícil de ser compreendida, eu acho. Ela bateu esses dias mas já superei.
      A ÚLTIMA MÚSICA É UM DOS FILMES MAIS CHOROSOS DO MUNDO MEU DEUS ME SEGURA
      Obrigada coração,
      um abraço

      Excluir
  2. Oi Livia, que cabeçalho mais lindo! Adorei tudo isso aqui missigura -q haue
    Odeio ficar na bad, ainda mais sem motivo algum, só vem aquela vontade de chorar e chorar e chorar e minha música de fundo é a música da Celine Dion né HAUEHAU ninguém merece.
    Adorei muitissimo o post, bem legal essas dicas. Um Amor Pra Recordar faz eu chorar tanto, mas tanto mas tanto! KKK
    Kisu ~ Bleeding

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá mi amore,
      sahsuashuahs obrigaaaaaada *tesegurando*
      Fica na bad sem motivo nenhum realmente PIOR COISA NOSSA EU JURO QUE SIM! As lágrimas de tristeza sendo derramadas por causa desse filme.
      Beijitos

      Excluir
  3. Interessante! As vezes eu fico "na bad" sem motivo nenhum, mas o que me ajuda a sair dela é escutar uma música bem animada, tipo "Shake If Off" da Taylor Swift ou então assistir algum desenho ou série de comédia ou conversar com alguém :)

    http://geekcoolture.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada um tem um jeito de reagir na bad, pra mim a melhor coisa é ficar chorando pra sempre ao som da pior música do mundo, e como "pior" quero dizer triste, se é que você me entende.

      Excluir

Postar um comentário

Olá meu querido visitante. Muuuuuuuuuito obrigado por você querer deixar um comentário muito foficho da sua parte, seu comentário é mega importante e muito significativo pra mim. Fico feliz que você tenha feito a escolha de comentar (foficho parte 2.) e saiba que eu também vou visitar o seu blog com todo amor que você veio visitar o meu. Enfim, realmente muito obrigada. mi casa es su casa

Postagens mais visitadas deste blog

"O romantismo é uma coisa superestimada, o realismo é o que há"

Por onde anda a autora desse site?

As fiéis promessas