Sindrome Psiquica Grave


A Paciente, Leigh Nolan (essa sou eu), começou seu primeiro ano na Universidade de Stiles. Ela decidiu se formar em psicologia (apesar de seus pais preferirem que ela estudasse tarô, não Manchas de Rorschach). A Paciente tem a tendência a analisar demais as coisas, especialmente quando isso envolve o sexo oposto. Exemplo: por que Andrew, seu namorado de mais de um ano, nunca a convida para passar a noite com ele e dar o próximo passo no relacionamento — leia-se transar? E por que ela passou a ter sonhos eróticos com Nathan, o colega de quarto de Andrew que tanto a odeia?

Eu comecei a ler esse livro com 0 expectativa. Ele foi um dos que mais me surpreendeu nos últimos tempos e creio que ficou gravado com a forma como ele foi se desenvolvendo. 
Pensei que seria mais uma história cuja a mocinha confusa com a vida sexual fica se questionando sobre tudo a sua volta, o que me deixou mais animada é que não se trata somente desse quesito, ele abrange todo um contexto de faculdade, pais que gostam de signos, amor e termos psicológicos. 

Como é
Leigh é uma recente estudante na faculdade de Psicologia e tem um dom -se pode ser chamado assim- de sempre estar analisando a situação e as pessoas. Ela está em uma contexto onde ser perfeita está fora de cogitação. E é isso que ela é. Ao decorrer da história, você percebe a lista gigante de defeitos que Leigh tem e isso talvez se torna um dos fatos que deixa o livro cada vez mais perto da realidade. Diversos momentos eu tive vontade de me infiltrar na história pra dar um tapa na cara dela, mas ao mesmo tempo você fica apreensiva para tudo dar certo pra ela no final.
Em homenagem a minha amiga Thaís cujo filme favorito é Juno <3

A história de amor
Se você for levar esse livro pra vida já aconselho a se preparar pro 100% idiota namorado da Leigh que se chama Andrew -estudante de filosofia-. Desde o início me questiono oque ele está fazendo ali na história. Mas por um lado se não fosse por ele, ela não conheceria Nathan -estudante de matemática- então muito obrigado Andrew.

Personagens secundários 
A autoria não perdeu tempo em criar personagens bons não só como principais, mas os secundários também tem uma magia que considero a cereja do bolo. Como por exemplo os pais de Leigh, que eu achei a coisa mais divertida do planeta.

Eu me apaixonai intensamente com a história. Me encontrei muito no jeito de agir, pensar e ser da Leigh, me senti uma verdadeira parte do enredo. É uma leitura leve, que flui de um modo belo. Você fica 100% pilhada com oque estar por vir, e fica louca para ler novamente, você não vai querer fechá-lo. 

Comentários

  1. é maravilhosa essa sensação de ser surpreendida com um livro né?! E eu fico mais contente ainda que seja com esse que eu estou super afim de ler cara. Sério. Super preciso ler. Agora estou ansiosa. Algo me diz que ela vai gostar desse Nathan viu.

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alô Liih,
      Ele é realmente muito bom. Era a minha última opção diante os livros que eu tinha na mão enquanto andava pela Saraiva e acho que fiz uma boa escolha, se me permite dizer.
      AHAHAHAHAAHA será? heheehhheheh

      Excluir
  2. Oi oi Liv,acho que tem um tempo que não comento aqui,que morte horrível. Senti saudades.

    Sobre esse livro: Quero. Já identifiquei logo na parte em que ela quer se formar em psicologia. Você descrevendo essa menina eu já me senti ela. Amo livros realistas e sem muito mimimi. Vou comprá-lo,já entrou na minha listinha.

    Beijos e abraços quentinhos ~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Amanda <3
      Perdoou a sua ausência hahaaha
      É um bom livro, sem muitas enrolações já é PA POW e é coisa acontecendo atrás de coisa.
      Compra mesmo, tenho a total certeza que você vai adorar DEMAIS.
      Abração

      Excluir
  3. Parece ser muito bom, mesmo! Eu adoro livros amorzinhos, então.... Não sei se eu iria gostar tanto!
    Mas enfim, estou atrás de livros amorzinho, me indique algum, pelo amooooooooor de deus!
    http://grandemetamorphose.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oh-meu-deus mas livro amorzinho é a melhor coisa do mundo.
      Eu sempre estou lendo romances e vou começar a falar mais sobre isso aqui no blog então espero estar ajudando nessa sua busca hahaha

      Excluir

Postar um comentário

Olá meu querido visitante. Muuuuuuuuuito obrigado por você querer deixar um comentário muito foficho da sua parte, seu comentário é mega importante e muito significativo pra mim. Fico feliz que você tenha feito a escolha de comentar (foficho parte 2.) e saiba que eu também vou visitar o seu blog com todo amor que você veio visitar o meu. Enfim, realmente muito obrigada. mi casa es su casa

Postagens mais visitadas deste blog

"O romantismo é uma coisa superestimada, o realismo é o que há"

Curiosidade

Por que tenho tanto medo do amor?