Literatura Brasileira, por que não?

Olá queridinhos!
Então como vocês estão?huh? Hoje vim trazer uma listinha de livros nacionais que gosto/li/já ouvi falar/tenho vontade de ler e vim mostrar pra vocês.
Eu acho a literatura brasileira muito rica e muito extremamente muito pouco valorizada. Vamos mudar isso e aproveitar a riqueza que os autores brasileiros tem para nos oferecer.

A Audácia Dessa Mulher - Ana Maria Machado
A audácia é um romance sobre o amor e o ciúme, a fidelidade e a rebeldia. Construída em camadas, conta a história de Bia e Virgílio que, nos dias de hoje, se conhecem durante a produção de uma minissérie histórica para a TV e logo iniciam uma relação amorosa. Em paralelo, Bia recebe de Virgílio um diário misterioso, de uma jovem do século XIX, escondido nas páginas de um antigo livro de receitas de família. Ao conduzir essas - e outras - histórias, que se ramificam e se entrelaçam, Ana Maria Machado compõe um livro que discute o próprio ofício do escritor. Bia conhece Virgílio numa reunião inusitada. Ambos foram convidados para conversar com Muniz, um autor de telenovelas que prepara seu próximo projeto: uma minissérie ambientada no século XIX. Ela é jornalista especializada em turismo; ele, um arquiteto e dono de restaurante. Muniz acredita que suas habilidades podem ajudá-lo a criar o cenário que ele procura, mas eles não sabem ao certo como poderiam colaborar. O encontro, porém, rende desdobramentos inesperados. Bia e Virgílio se envolvem, parecem se entender muito bem, mas aos poucos a relação deles começa a ser contaminada pelo ciúme.
fonte:saraiva
  • Se você gosta de feminismo e novela ao mesmo tempo esse livro é a mistura perfeita pra você. Já li e realmente é bom. Só desgostei do final, não entendi muito(?) MAS recomendo.

Memórias Póstumas de Brás Cubas - Machado de Assis
É um dos mais famosos romances de Machado de Assis, um marco na literatura brasileira. Narrado por um defunto autor, uma voz irônica que se dirige constantemente ao leitor, a trama começa com o enterro de Brás Cubas, passa por seus delírios, volta à infância do personagem e, de forma nada linear, traz para o centro da cena vários episódios da vida desse excêntrico narrador.
fonte:saraiva
  • Também já li e bem doido. Eu fiquei confusa e encantada ao mesmo tempo! É realmente um diamante da cultura brasileira.
O Mundo não é Chato - Caetano Veloso
Reúne escritos para jornais, revistas, contracapas de discos ou que surgiram como prefácios e conferências, além de alguns textos inéditos. Movido pelo vigor da observação, Caetano alia ao ponto de vista pessoal um inequívoco viés crítico e intelectual. Oswald de Andrade, Bob Dylan, Visconti, Pelé, Jimi Hendrix, Gilberto Gil, Glauber, Tom Jobim, Cazuza, Nelson Rodrigues, Fernando Pessoa, Elis Regina, Lorca são apenas alguns dos nomes que atravessam essas páginas. Deparamo-nos, então, com retratos, narrativas, interpretações e colagens que nascem tanto da admiração e da ternura comovida quanto da indignação, da ironia e da sátira. O arco de tempo que o livro abrange não é pequeno - inclui textos antigos, quando Caetano Veloso era um jovem crítico de cinema em Santo Amaro da Purificação, até escritos de 2005. No entanto, muito mais que o amadurecimento de um artista-pensador, assistimos nesta caminhada a um relato penetrante sobre o Brasil.
fonte:google

A Paixão Segundo G.H. - Clarice Lispector
Esta obra conta o pensar e o sentir de G.H., a protagonista-narradora que despede a empregada doméstica e decide fazer uma limpeza geral no quarto de serviço, que ela supõe imundo e repleto de inutilidades. Após recuperar-se da frustração de ter encontrado um quarto limpo e arrumado, G.H. depara-se com uma barata na porta do armário. Depois do susto, ela esmaga o inseto e decide provar seu interior branco.Esta obra conta o pensar e o sentir de G.H., a protagonista-narradora que despede a empregada doméstica e decide fazer uma limpeza geral no quarto de serviço, que ela supõe imundo e repleto de inutilidades. Após recuperar-se da frustração de ter encontrado um quarto limpo e arrumado, G.H. depara-se com uma barata na porta do armário. Depois do susto, ela esmaga o inseto e decide provar seu interior branco.
fonte:submarino

O Diário de Um Mago - Paulo Coelho
Mergulhe dentro desse cativante relato da peregrinação de Paulo Coelho pelo Caminho de Santiago de Compostela. Essa fascinante parábola explora a necessidade que temos de encontrar nosso próprio caminho. No final, descobrimos que o extraordinário está sempre presente na vida simples e normal das pessoas comuns. Parte uma história de aventura, parte um guia para o autodescobrimento, essa narrativa apaixonante entrega a perfeita combinação entre encanto e discernimento.
fonte:saraiva

Eu acho que nós de uma maneira geral damos tanto valor a literatura estrangeira que esquecemos como as histórias do nosso país são preciosas. Tivemos e ainda temos artistas realmente bons com as letras e por que não dar o valor merecido a eles?
Por hoje é só,
Beijitos.

Comentários

  1. Oi Lívia! Ia comentar em posts mais atuais, só que assim que vi esse fiquei encantada <3 alguém que também admira Literatura Brasileira! Concordo quando você falou que temos que valorizar mais isso, de fato, temos um acervo riquíssimo! Por mais posts assim <3
    Beijos,
    http://wherefaithlives.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá meu querido visitante. Muuuuuuuuuito obrigado por você querer deixar um comentário muito foficho da sua parte, seu comentário é mega importante e muito significativo pra mim. Fico feliz que você tenha feito a escolha de comentar (foficho parte 2.) e saiba que eu também vou visitar o seu blog com todo amor que você veio visitar o meu. Enfim, realmente muito obrigada. mi casa es su casa

Postagens mais visitadas deste blog

"O romantismo é uma coisa superestimada, o realismo é o que há"

Por onde anda a autora desse site?

As fiéis promessas